Tag Archives: noiva

Etiqueta para casamento: Casou? Não deixe por isso de preservar as amizades!

8 jun

Oi, galera!!!

Ia até postar mais vestidos cafonas coloridos… (Juro! Os que eu ia postar hoje eram ALTAMENTE cafonas!!!).

Mas resolvi desabafar…

Isso mesmo, reportando ao D2 que reporta à Cláudia, “Deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar…”

Não acho ético dar nomes (a não ser o da Tia Cleide!), nem é minha intenção aqui…

Só quero mesmo desabafar com vocês coisas que estou sentindo acerca de relações que tenho com pessoas que se diziam “amigas”. Uma pessoa em especial.

E como tenho tantas pessoas que me apoiam e dão bons conselhos (sim, vocês, leitores),  e creio que a situação que vou relatar deve ser comum a outras pessoas, acho que aqui é um bom lugar para discutirmos a seguinte questão: Afinal, casamento significa “ignorar os antigos amigos”?

Ando me sentindo ignorada…

Ok, quando a gente fica com um compromisso mais sério, gente demais atrapalha mesmo… Afinal, muitos dos “amigos” (e “amigas”) nossos querem apenas ver (e torcer) pro fim do relacionamento… Rola, muitas das vezes, aquela sensação de posse, de pertencimento… E não aceitam mesmo, de maneira alguma, que aquela pessoa namore. Quem sofre é o namorado/namorada que fica no papel de “usurpador(a)” daquela(e) amiga(o).

Mas a questão que quero me focar nem é essa. Não estamos cercados apenas de pessoas egoístas, que querem nosso mal ou que nos invejam… E eu faço parte desse grupo! Sempre torci pela felicidade de quem amo! E eu amo cada um dos meus amigos!

O que ocorre é que às vezes somos simplesmente excluídos da vida daqueles que se diziam nossos amigos quando eram solteiros, por estes alegarem agora  falta de tempo e excssso de ocupação…

Será?

Será que a pessoa que antes passava 2 horas no telefone com você, agora não tem 5 minutos pra deixar um scrap no Orkut perguntando como você está, só porque está atarefada demais com os preparativos do casamento?

Será que a pessoa que antes saía com você, hoje não tem realmente tempo, porque tá trabalhando demais?! Ou será que ela tá te evitando, porque hoje o futuro cônjuge é mais interessante?!

Não tenho nada contra quem se esquece definitivamente dos verdadeiros amigos e tem olhos apenas para o futuro marido/esposa… Gosto não se discute!

Eu, depois que voltei com o Dudu, comecei a perceber quem era de fato amigo e quem não era, pois muitos não nos apoiaram e esses nós percebemos que não eram nossos amigos de verdade… É natural o afastamento!

Mas meus amigos (os poucos) que ficaram, faço questão de, mesmo se não estiver tão próxima como deveria, de manter contato, de saber  notícias, de sair de vez em quando, ou mesmo de mandar um scrap no Orkut ou uma mensagem no celular dizendo o quanto tenho saudades e como são importantes pra mim…

Porém, acho que quem opta por abandonar sumariamente os amigos de verdade, deveria fazer isso com honestidade…

Vocês sabem bem que sempre fui adepta da honestidade e verdade acima de tudo, e acho que se você não quer mais uma verdadeira amizade, deve conversar abertamente que não se sente mais à vontade com aquela pessoa, ou que sua vida não cabe mais os amigos de antes… (O que eu acho uma pena, pois amigos verdadeiros são cada vez mais raros. Mas é melhor que “enrolar” os outros!)

Forte demais pra ser dito?! Sinceramente eu não acho! Acredito que as velhas desculpas doem mais…

Sabe por quê?

Em um universo de 168 horas na semana (minha conta está certa?!) não é possível que a pessoa não tenha 5 minutos pra se lembrar de um grande amigo e dizer um “oi” por telefone… Não é possível…

E outra: Como que aquela pessoa que, em um passe de mágica, se tornou ocupadíssima, teve tempo pra te mandar o convite de casamento por terceiros, ou mesmo pelo correio, e agora “desocupou” e quer sair com você pra te entregar o convite do chá de panela dela?!

Como?

Por quê?

Por que uma amizade que estava “em coma”, esquecida em um passado não tão distante assim, na hora da entrega de um convite é tão considerada, tão lembrada?

Por que optar por mandar o convite de casamento por terceiros ou pelo correio? No universo das 168 horas da semana, não havia 2 horinhas pra ir à casa deste amigo entregar pessoalmente o convite?! Então, pra quê convidar?!

Pra quê brincar com sentimentos de pessoas amigas que sempre torceram e acreditaram na felicidade deste “amigo”? Por que simplesmente não ignorou ou deixou as coisas como estavam?

Por que a repentina saudade na hora da entrega do convite, se antes não tinha nem tempo pra um “Oi”?

Por quê?

Fico me perguntando…

Não vou hoje aconselhar, nem nada disso…  Quero ouvir (ou melhor, ler) o que vocês acham disso.

Quero saber de vocês o que fariam no meu lugar?!

Iriam ao casamento, fingindo que nada aconteceu e correndo o risco de ser ignorada mais uma vez ou simplesmente ignorariam, retribuindo o tratamento recebido durante todos esses meses?

A única coisa que vou dizer é: se você tem alguma chance de se enquadrar nesse caso que contei, fazendo o papel da amiga ocupada, repense suas atitudes…

Não é porque você vai casar, que todo o seu passado deve ser jogado em uma gaveta ou mesmo no lixo, juntamente com aquelas amizades… Aquelas que sempre torceram por você… E até mesmo torceram pra você ser feliz como você hoje está.

Vai vcasar? Agregue… Casamento é pra agregar amigos, famílias… E não pra ir apagando sumariamente suas relações, como quem arranca as páginas de um diário velho…

Não se esqueça dos amigos que sempre te deram a mão e te quiseram bem… Amigos são preciosidades que não devem ser desperdiçadas… E lembre-se o que você está fazendo com um amigo seu hoje, você pode sofrer em uma outra ocasião…

Não lembre dos seus amigos só na hora de fazer volume na igreja ou na mega recepção que você tá preparando às duras penas e em suaves prestações, pra Tia Cleide não comentar: “Nossa, que festa vazia, veio ninguém no casamento dela!”.

Amigos não são figurantes… Ou alguém que você recorre por algum interesse. Amizade necessita de presença, carinho, abraço e reconhecimento…

Não seja egoísta de pensar que as pessoas estarão ao seu dispor quando você bem entender, sem que você ao menos dê a elas um pouquinho de atenção que seja…

Pensem nisso!

Relembrando Mário Quintana, frase essa que sempre está na minha mente, eu termino esse post:  A amizade é um amor que nunca morre.”

E, procurando no Google, encontrei mais umas boas:

“Em vez de amar teus inimigos, trata teus amigos um pouco melhor.” – Ed Howe

“O amigo tem que ser como o dinheiro, que antes de necessitá-lo, sabe-se o valor que têm.” – Sócrates

“A amizade sempre é proveitosa, o amor às vezes é.” – Sêneca

“Só existe uma coisa melhor do que fazer novos amigos: conservar os velhos.” – Elmer G. Letterman

“Nunca é largo o caminho que conduz à casa de um amigo.” – Juvenal

e

“Não tenhas pressa de fazer novos amigos nem em abandonar aqueles que tens.” – Sólon

Bom é isso!

Espero os comentários.

Beijos a todos.

Com carinho,

Naná.

Anúncios

Como construir sua lista de convidados para o casamento?! Veja aqui!

22 mar

Olá, queridos!!!!

Aqui estou eu com mais uma de nossas listinhas “porretas”!

Dessa vez é pra ajudar você, cara noivinha, a decidir os convidados!

Então, o esquema é o mesmo!

Entre na nossa página de utilitários clicando aqui!

E clique no arquivo: “Lista para a organização de convidados” que tá em .pdf (extensão esta que usarei a partir de agora, já que “o sábio cria, mas o burro sempre copia…”).

Baixe o arquivo no computador, leia as instruções e chegue a uma lista de convidados justa pra você e pro seu amor!

Insisto: Siga todas as instruções!!!!!

Qualquer dúvida, deixe comentário.

Aceitamos elogios, críticas, agradecimentos… Tudo por comentário!

Bom, é isso!

Beijos a todos,

Com carinho,

Naná!

Promoção – “Nossa história vale um post!”

20 mar

Oi, meu povo!

Ando realmente numa maré de coisas chatas acontecendo, mas rezei pra São José ontem e ele há de me ajudar! heheheh!

Bom, como eu AMO ler tudo que vocês escrevem pra nós, sempre fico na expectativa de ter comentários e e-mails novos!

Uns inclusive me inspiram a fazer posts e um em especial me deu uma idéia:

Ana e Rogério, ameeeei o poste de vocês!!!!! Saber que nosso blog motivou vocês é simplesmente MARA!

Ana e Rogério, ameeeei o poste de vocês!!!!! Saber que nosso blog motivou vocês é simplesmente MARA!

Declaro aberta a promoção: “Nossa história vale um post!”
Já que vocês contam tantas coisas fofas pra gente, envie pra nós somente para o e-mail: duduenana@gmail.com (não vai valer quem mandar pro comentário) a sua história de amor (verdadeira, por favor!) com seu amado(a).

Ela é linda?! Surpreendente?! Engraçada?! Comovente?! (Oh, rimou!heheh)
Ela vale ser publicada em um post inteirinho para ela?!
Então envie para nós um e-mail contando detalhadamente toda a história de amor de vocês que culminou em noivado, casamento ou mesmo “ajuntamento”! (Rimou de novo!)

Mas, ATENÇÃO!!!!!
Algumas regrinhas sempre cabem nessas horas, né?!
Vamos a elas?!
Leia, são importantíssimas!
  • O período de envio das histórias é de hoje (20/03) até 21/04, improrrogáveis. Ainda não sei quando sairá o resultado, pois tenho uma vida acadêmica bem atribulada pra resolver…heheheheh
  • Lembrando que a comissão julgadora sou eu e meu noivo/marido/amor da minha vida Dudu.
  • Envie a história no próprio corpo do e-mail, nada de anexos, pois não abriremos, ok?!
  • Não há número máximo de linhas… Se o amor não tem limites, quem sou eu pra determinar quantidade de linhas para a história de vocês, hein?!
  • Serão aceitas as histórias de amor em que o casal  atualmente está:

-noivo,

-casado,
-mora junto ou está se preparando para morar (Afinal, já diziam os mais velhos: “Amigado com fé, casado é!”).
  • Só namoro não vai valer não… Até porque nosso blog é sobre casamentos…
  • Ah! Não temos nenhum preconceito sexual. Você que é homossexual e tem uma bonita história de amor que culminou no “juntar escovas de dentes” com seu companheiro(a), envie-nos pois será lida com muito carinho e participará da seleção. Aqui a gente preza o amor e amor não tem nada a ver com preconceito!
  • Queremos histórias DE AMOR! Não me venha com sacanagem, pornografia, palavrões, histórias de mulher que tomou marido da outra (e vice-versa), história de amante, relatos de qualquer prática ilegal ou imoral que seja que NÓS NÃO LEREMOS!!! ONDE FOR DETECTADO O RELATO PARAREMOS DE LER E O E-MAIL SERÁ EXCLUÍDO, NÃO PARTICIPANDO DA SELEÇÃO.
  • Queremos histórias em que o casal ESTEJA JUNTO ATUALMENTE! Não me venha com história de passado, de casamento ou noivado que acabou nem com esses papos de “volta pra mim” que não será nem lido até o final… Manda pro programa da Márcia, porque aqui não é lugar disso, ok?!
  • Ao enviar o e-mail, envie-nos de um endereço que VOCÊS COSTUMEM ABRIR, pois poderemos enviar alguma pergunta ou mesmo comentário e se não obtivermos resposta, a história de vocês será desclassificada. Pode nos dar o e-mail passoal sem problemas! Ele se manterá em sigilo e não faremos dele um alvo de spam, fique tranquilo!
  • Ainda sobre o e-mail, envie como título: Promoção – História de ________ e ________. Ah, dê um título a sua história! Se ela for a escolhida, será o título do post.
  • Quanto à premiação… Então, nossa intenção não é premiar, até porque não contamos com nenhum tipo de patrocínio, logo…
  • As 5 melhores histórias de amor serão publicadas INTEGRALMENTE no blog em um post só pra ela.
Por enquanto a premiação será essa. De todo jeito as 5 melhores serão publicadas aqui no blog. UMA EM CADA POST.
  • Dependendo das histórias que nós lermos, veremos se aumentará o número de histórias contempladas e se haverá outra premiação, porém, NÃO CONTEM COM ISSO! QUEM FOR SE ESCREVER, CONTE SÓ COM A POSSIBILIDADE DA PUBLICAÇÃO DO POST NO BLOG.
  • Ou seja, quem for mandar, fique ciente de que a história poderá ser publicada no blog, pois essa é a premiação para as melhores histórias. Não quer ter a sua história publicada, então nem envie!
  • Para os autores das histórias escolhidas, nós avisaremos por e-mail. Se o e-mail que enviamos não for repondido em 3 dias contando do dia que foi enviado, a história será desclassificada!

  • Sobre a vontade de publicação de possíveis fotos no post, não se preocupe em enviar no e-mail. Se a sua história for selecionada, entraremos em contato e você poderá decidir se enviará alguma tipo de imagem ou não.
  • O post será integralmente publicado. Entretanto, qualquer errinho de ortografia ou mesmo de digitação pode vir a ser corrigido por mim.
  • Sobre isso ainda, se eu e o Dudu lermos a história e ambos não entenderem (Lê-se: “história mal redigida, ‘sem pé nem cabeça!’ “), ela será desclassificada.
  • Qualquer alteração será avisada aqui no blog.
  • Dúvidas, envie-nos por comentário, porque aí todo mundo vê e fica mais fácil de responder.
Eu e Dudu estamos à espera das histórias.
Beijos a todos,
Com carinho,
Naná.

Link para as imagens maiores de vestidos de noiva

28 fev

Olá, queridos!

Demorei, mas aqui está o link do álbum: http://s697.photobucket.com/albums/vv340/duduenana/Vestidos%20de%20noiva%20Ah%20quando%20casar%20passa%20parte%202/

Nele estão os vestidos deste post aqui.

Abraços,

Com carinho,

Naná.

In love girls trust!

27 fev

Olá, queridos!

Tô emocionada com o carinho de vocês. Cada comentário que eu leio é um motivo a mais pros meus olhinos brilharem…

Por isso quero agradecer a tooodos que postaram comentários no blog: Ivone, Dâmares, Rodrigo, Bel, Maria Clara, Valéria, Taís, Daniele, Pâmela, Diana e todos os demais. Valeu mesmo!

Para homenagear todos vocês vou escrever algumas palavrinhas a partir do comentário da Taís neste post:

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior

que realmente me emocionou e me interpelou muito!

Interpelou, pois, assim como ela eu acredito muito no amor e acho que somente esse sentimento pode nos salvar de nossas maiores tristezas, dores e medos…

É só amando o outro que podemos nos conhecer a fundo, pois é vendo o amor nos olhos do outro que enxergamos melhor a nossa própria alma e descobrimos a nossa essência.

Quem ama e acredita no amor nunca se sente fraco, pois sabe que pode encontrar no amor a força para superar qualquer obstáculo. Quando se acredita no amor, qualquer sentimento mesquinho se torna ínfimo e qualquer problema é passageiro.

Acreditar no amor e nunca desistir de buscá-lo deve se tornar uma missão, uma obrigação. Pois não há melhor remédio para curar as mazelas da nossa alma que o amor…

Outro trecho que me tocou foi o fato de ela contar que escrevia no blog e o amado dela lia sem que ela soubesse…

Um dia ouvi um cara falar na tv que blogs são como garrafas com mensagens que são jogadas ao mar. Estas podem ser resgatadas e seu conteúdo difundido pelo mundo ou nunca serem lidas… Acho perfeita essa definição para blog!

Já tive muitos blogs e nenhum deles fez muito sucesso… Eram blogs pessoais e geralmente com textos “dor de cotovelo” pela perda do amado (no caso o Dudu, quando terminamos). Por muito tempo eu pensava que o que eu escrevia lá não era lido por ninguém, que ninguém tinha paciência para ler minhas idéias soltas e minhas dores…

Quando voltamos a namorar, não é que o Dudu confessou que lia todos os meus blogs?! Daquele dia em diante percebi que blogs são lidos sim, até por quem você menos espera. E mesmo que sem eu saber, foram eles que nos mantiveram de alguma forma unidos… Eu, sempre exteriorizando meus pensamentos sobre ele e ele lendo.

Agora me diga: como não acreditar no amor?! Como não acreditar em um sentimento que, no meu caso, me uniu ao Dudu, mesmo quando estávamos separados?!

Se você anda descrente quanto ao poder do amor, não desista de lutar por quem você ama!

Quando tooooodo mundo dizia que era pra eu esquecer o Dudu porque ele não voltaria pra mim, três anos depois, nos reencontramos, voltamos a namorar e vamos nos casar! Por quê? Porque acreditamos no amor e que podíamos ser felizes pra sempre juntos .

Acredite sempre no amor e nunca desista dele. Somos a prova viva de que pelo amor até o que parece impossível pode acontecer!

Beijos a todos!

Com carinho,

Naná.

Idéias bregas de uma noiva sonhadora.

27 fev

Oi meus queridos!!!!!!!!!

Que saudade!!!!!

Primeiro, quero reforçar as palavras do Dudu e agradecer o carinho de vocês pelo nosso humilde bloguinho! Continuem visitando e comentando, pois são vocês que nos motivam a continuar!

Pois é, vocês devem estar aí pensando: a Naná não postou no carnaval pq tava lá na Bahia perdendo a dignidade atrás de Ivete, Claudinha ou Chiclete.

Ou então tava em alguma escola de samba com uma fantasia que composta de penas na cabeça, adornos sem sentido em forma de túnica, em uma ala denominada “o nado do boto encantado da Amazônia em festa”.

Ou ainda em algum carnaval de cidade pequena em que quem “dá o show” são bandas de sucesso (passado) como: Terra Samba, Bamdamel ou Gera Samba (essa última tocou mesmo aqui na minha cidade, juro! As demais cantaram aqui na vizinhança!).

Pois é… Se enganaram!!!!!!!!

Eu odeeeeeeio carnaval!!!!!! Não suporto axé, acho samba enredo “tudo a mesma coisa” e não curto multidões!

Eu não dei as caras por aqui, pois eu estava dodói… Isso mesmo, doente!

Não sei se eu já contei aqui, mas eu tenho muuuuuuuuuuuuita alergia!

Lembra do Dr. Dolittle, de uma cena em que ele atendia uma paciente que ficava toda inchada com alergia a camarão (se não me falha a memória)?!

Então, eu fico daquele jeitinho lá! E não é só com camarão. É com uma lista imeeeensa!

O fato é que a minha alergia começou a ficar em níveis insuportáveis, fui ao médico e agora estou em tratamento!

Tive que mudar minha rotina totalmente após um exame que fiz e que acusou níveis alérgicos altíssimos. Agora faço caminhada todos os dias, tenho uma alimentação saudável (ai, que saudade do Giraffas e do Mc), tomo remédio, vitamina e mais um montão de comprimidos a cada refeição e tomarei vacinas toda semana atéééé… depois do casamento! Aí sim, estarei curada de minha alergia!

Se a máxima do nosso blog é “Ah, quando casar, passa!”, espero que ela se aplique à minha alergia!

Por isso sumi daqui! Não estava tendo tempo meeeesmo… Só agora as coisas normalizaram… Ia quase todo dia ao médico, agora irei lá só uma vez por semana para a vacina!

Ausência justificada, vamos dar início aos trabalhos!

Hoje não vou mostrar nada de útil a vocês, queridos noivos, simplesmente pois ontem tive um insight brega e tenho que exteriorizá-lo aqui!

É de conhecimento geral que não nos casaremos no religioso, certo?!

Pois é, mas ontem eu tive um acesso de cafonice ao som de Cidia e Dan.

Hã?! Cidia e Dan?!

Sim, eu ouço Cidia e Dan (no mp5, claro! Não fico colocando esse tipo de coisa pra vizinhança ouvir, apesar de a mesma não ter o mesmo pensamento e me forçar a ouvir “Bruno e Marrone” nos fins de semana).

Como diz o Chris (aquele mesmo da série “Todo mundo odeia o Chris”): O Walkman foi inventado pra você ouvir música ruim sem que os que estão ao seu redor saibam disso. Aí, você adapta o termo “Walkman” pros moldes atuais.

Logo, eu escuto Cidia e Dan beeem baixinho e ninguém fica sabendo. (Ai, que vergonha confessar isso em pleno blog, mas ah! Já tá confessado! Agora tooodo mundo sabe!)

O fato é que ontem eu tava ouvindo eles cantarem “You’ve got a friend” e imaginei uma cena um tanto quanto brega, mas que já vi se repetir muito por aí.

Primeiro, peço que vejam esse video (feito por algum fã, juro que não fui eu!) com a música:

Claro que a versão do cd é bem produzidinha, mas é só para ilustrar a minha idéia brega deste post.

Então, ouvindo essa música e prestando atenção em toda a letra, pensei que se eu me casasse no religioso e tivesse afinação (sim, porque o meu noivo é tão prendado que é até afinado e canta super bem) eu entraria cantando essa música pro Dudu (partes da Cidia) e o Dudu pra mim (partes do Dan)…

Por que esta música?! Quem ainda não conhece a nossa história, leia aqui, em seguida, veja a letra da canção traduzida e me diga se não tem tudo a ver?!

O esquema seria assim:

Eu entraria sozinha, faria um pequeno buquê em volta do microfone (sim, eu acho micrifone customizado super “diva”) e entraria cantando, enquanto o Dudu lá do altar cantava também.

A minha idéia foi tão longe, mas tão longe que pensei até em soluções para as coisas que já critiquei aqui no blog. ( Ver na categoria: “etiqueta para casamento” o texto sobre “música”)

Logo, eu arrumei uma solução pra possível reclamação da Tia Cleide de que a música é em inglês e que ela não entende nada.

Qual?!

Assim oh:

Na porta da igreja, seriam entregues a cada convidado uma folha contendo a letra e a tradução da música, ilustrada com uma foto nossa no fundo (no mesmo princípio do convite que ensinei vocês a fazer) que já seria uma espécie de “lembrancinha da cerimônia religiosa”). Assim todos ficariam sabendo do que se trata a música e quem quisesse cantar com a gente…

Desse jeito todo mundo entenderia a letra, a razão da canção e a surpresa de entrar cantando não seria estragada, pois o papel seria entregue como uma lembrancinha mesmo… E todas as minhas birras com música na entrada da noiva estariam resolvidas!

É claaaaaro que eu não cantaria uma vírgula sem chorar (e sei que com o Dudu seria a mesma coisa), mas ah… Veio este pensamento à minha desocupada cabeça ontem à noite na escuridão do meu quarto…

Já que eu não vou usar a idéia mesmo (snif!) pensei… Por que não colocá-la no blog?

Quem quiser usar a idéia, tá aí…  É so adaptar ao seu gosto…

Não precisa ser com “You’ve got a friend”, desde que seja uma canção de amor (e não “One last cry” como aquele episódio que mostrei pra vocês) . Porém, não se esqueçam da idéia da distribuição da letra (e tradução, se for em outra língua), pois acho que é essencial para quem não conhece a canção.

E, pelo amor de Deus, faz uma folha bonitinha, não aparece com uma folha sulfite dividida em 4 com a música digitada em Arial 12 e impressa em rascunho…

Capriche, use o mesmo princípio que eu ensinei para o convite e imprima de preferência em uma gráfica…

Quem pretender usar a idéia, me conta… Quero saber todos os detalhes!

Beijos a todos!

Com carinho,

Naná.

P.S.: Eu disse que é brega, mas eu confesso que adoraria fazer…

Nós agora no Twitter!

17 fev

Olá, queridos!!!

Peço mil desculpas quanto à minha ausência, mas é que ultimamente passei por uns probleminhas e não teve realmente condição de postar aqui!

Mas já está tudo bem e estou de volta com um novidade!

Temos Twitter agora!

Anote o nosso endereço: https://twitter.com/duduenana

Lá poderemos conversar diretamente com vocês! É só ter uma conta no twitter.com também!

 Ao nos adicionar lá (follow) você pode acompanhar as atualizações do blog!

Esperamos todos lá!

beijos,

 

com carinho,

 

Naná.